Sexta, 02 Abril 2021 11:49

Comandante-Geral da PMDF fura fila da vacinação e deputado Roosevelt Vilela pede exoneração imediata do militar

“Isso é inadmissível, um total desrespeito com os mais de 20 policiais do DF que morreram em decorrência da COVID-19”, diz o parlamentar, que irá tomar as devidas providências

Após tomar ciência de que o Comandante-Geral da Polícia Militar do Distrito Federal, Coronel Pontes, junto de outros oficiais da corporação furaram a fila da vacinação, o deputado Roosevelt Vilela exigiu, nesta sexta-feira (2), a exoneração dos militares. O parlamentar considera inadmissível e um desrespeito com os mais de 20 policiais que morreram em decorrência da Covid-19 nos últimos dias.

Roosevelt Vilela, que é militar e presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara Legislativa do DF, anunciou quais serão as medidas adotadas para responsabilizar devidamente os policiais.

“Vamos acionar o artigo 101-A da Lei Orgânica do DF que prevê, através da Casa Legislativa, o afastamento imediato dos gestores que atentam contra a coisa pública”.

Além disso, o parlamentar irá representar, junto ao Ministério Público, uma queixa-crime e exigirá que a Corregedoria da Polícia Militar abra um conselho de justificação contra os militares. “Essas são ações efetivas e ágeis no sentido de manter a moral e o respeito com cada um dos policiais militares que diuturnamente defendem a sociedade”, finalizou Roosevelt Vilela.

Assista a vídeo: